sexta-feira, 31 de dezembro de 2010

Estou bem.

O sorriso da fotografia, há muito se instalou no meu rosto, tenho aprendido a ser feliz, a viver, a celebrar a Vida.

Estou bem comigo e com os meus.

Termino o ano da mesma forma que comecei, FELIZ!
Preparo-me, naturalmente, para saudar o novo ano.

Tenho a certeza que o próximo ano será um brinde constante à VIDA!

Não é importante o que não aconteceu mas sim, TUDO O QUE DE BOM ACONTECEU!!!!!!!

Abraços com Amor e Carinho :)

quinta-feira, 30 de dezembro de 2010

Um ano depois

Faz hoje precisamente um ano que iniciei a minha aventura neste blogue, um ano rico em mudanças, em encontros e desencontros, em crescimento pessoal, em descobertas, em aprendizagens…enfim, não mais do que o que nos acontece a todos.
Abri este blogue com o seguinte texto:
Tecelã
Tal como na história, sou a tecelã da minha vida.
Faço e desfaço; trilho caminhos, subo montanhas, desço vales.
Esta encruzilhada leva-me a descobrir quem sou, o que quero.
Teço no tear lentamente para não me esquecer de todos os momentos belos que a vida me dá, porque os outros embora fazendo parte, tento eliminá-los do tapete.
Construo todos os dias um pouco de mim...
Sou a tecelã da minha própria vida.

Na altura escrevia sob o pseudónimo de Tecelã, não queria que ninguém soubesse que era eu que escrevia, por vergonha, por medo dos comentários.
Com o tempo fui-me fortalecendo neste aspecto até que passo a identificar-me, perco o meu anonimato.

Foi agradável, foi compensador, espero continuar com a mesma vontade não porque saiba escrever mas pelo prazer que me proporciona.

Quando escrevemos, mostramos um pouco de nós, dos outros, de tudo o que observamos; formas de estar, comportamentos, gestos, opiniões.

Escrever é um vício…resolvi comprar um pequeno bloco para apontar situações do quotidiano que tento readaptar e colocar aqui…é apenas a minha forma de ver e estar nesta vida.

Obrigada pela companhia, pelas visitas, pelos comentários e que o ano de 2011 seja um BOM ANO PARA TODOS NÓS !!!

quinta-feira, 23 de dezembro de 2010

Este ano o Natal será junto à praia.
Diferente; sem lareira, sem o frio e a humidade que caracterizam esta zona.
Vou descer um pouco, mudar de ares, respirar o mar (as saudades do cheiro a maresia já são muitas).

Percebo a decisão do meu Pai de ter mudado a sua vida para um lugar, também este, perto do mar...

Se o meu Pai mudou, eu também posso mudar!!! (este foi só um pensamento que me invadiu neste preciso instante...)

A família reúne-se, as crianças convivem, sonham e suspiram tal como nós, apesar de a maioria fingir que já não deve suspirar e sonhar.

Um BOM NATAL...com Amor e cheiro a mar :)

quarta-feira, 22 de dezembro de 2010

Boas festas a chegar

Mensagens, e-mails, telefonemas, postais chegam a toda a hora.
As pessoas começam a afastar-se dos amigos e a aproximarem-se das famílias.
Estou aqui sentada a pensar que também eu me vou aproximar da minha família por uns dias mas...falta qualquer coisa.
A minha família nuclear é um pouco menor e por vezes sente-se a falta desse companheiro para completar a bem dita família nuclear.
Acontece que por vezes penso: como vai ser o dia em que essa pessoa aqui estiver? Como vai ser ter de novo uma família completa?
Fico pensativa e com alguma "inveja" das famílias que se vão preparando para partirem e se reunirem com os restantes familiares.
Gosto do Natal, gosto de estar com a minha família e gostava de aumentar a minha.
Será este um bom pedido ao Pai Natal???

Abraços

terça-feira, 21 de dezembro de 2010

As dores da alma

As dores que nos inquietam transmitem essa mensagem vinda bem lá do fundo do nosso EU.

Ser capaz de identificá-las e querer curá-las não é fácil.

Mexe com todas as crenças de uma Vida.

As dores da alma estão longe dos conceitos que vamos interiorizando ao longo de uma Vida.

O tratamento mais "eficaz e fácil" é sem dúvida a ida ao médico e andarmos "encharcados" em medicamentos.

Ir mais longe, lá dentro, bem no fundo de nós e tentar perceber de onde vem a dor e o mau estar, tem momentos críticos, a vontade de desistir e perceber tenta por vezes controlar tudo o resto.
Mas no final a recompensa será a cura de todos os males da alma.
Nem sempre percebemos o que nos move mas sabemos que é vital movermo-nos.

segunda-feira, 20 de dezembro de 2010

A chuva cai

Gosto da chuva que bate nas vidraças
da forma leve e subtil
com que entra nas nossas vidas
o seu jeito elegante de se manifestar.


A chuva cai
o céu está cinzento
as cores alteram-se
a natureza manifesta-se

A chuva inunda
e renova o ar
alimenta a terra
e as plantas agradecem.

A chuva
lava a alma do Universo.

domingo, 19 de dezembro de 2010

É Natal

É Natal e nesta época do ano, ao contrário do que tenho lido, há um sentimento que renasce nas pessoas, acontece o mesmo todos os anos.

Queremos o melhor para todos, esquecemos as guerrinhas e um sentimento de Amor e Compaixão inunda-nos.

Os dias podem ser sempre assim, basta que queiramos.

É Natal e eu fico exactamente como os mais pequenos, cheia de energia, alegria e cheia de fé que tudo é possível.

E é mesmo, basta desejar. Acredito no Pai Natal (no espírito que o envolve) e não vou deixar que isso se apague só porque sou adulta. Apetece-me muito ser criança nesta altura, adoro embelezar o Pinheiro, fazer o presépio com os pequenos cá de casa e tenho paixão por decorar a casa nesta altura.

É com Amor e carinho que toda a casa se transforma e nós também.

A todos...um BOM NATAL!!!!!
A minha melhor AMIGA...EU!!!

sexta-feira, 17 de dezembro de 2010

Mandala como fazer



Algo interessante para se fazer durante as férias.
As crianças também se deliciam, experimentem.

De volta

Este cantinho faz-me falta...já tinha saudades de aqui vir mas havia tanto para fazer!!!

Por vezes percebo que esta é uma forma de me "ligar" a outros, de interagir de uma forma leve e sem grandes conflitos. Porém, acontece por vezes o desentendimento, ou seja, há quem julgue que o escrevo se direcciona a uma ou outra pessoa especificamente e geram-se momentos menos agradáveis, no entanto, gosto de estar por aqui, a minha ausência era necessária para o meu bem estar.


Estou de volta, mais leve, mais solta e sobretudo ALEGRE.
O lixo mental que me acompanhava há já algum tempo, está a desaparecer.

Como sempre, esta é uma altura de balanço, talvez tenha começado um pouco mais cedo mas era importante fazê-lo.

Abraço

quinta-feira, 9 de dezembro de 2010

A quem me visita...

A quem me visita, peço desculpa por me encontrar ligeiramente ausente deste espaço.
Na verdade, sinto necessidade de terminar algo que iniciei há pouco mais de um ano.
Estou na recta final de um ciclo, o que me obriga a repensar, redefinir e reorientar uma série de aspectos importantes da minha vida.
Talvez já não demore muito, a voltar aqui...
Até já e OBRIGADA :)

domingo, 5 de dezembro de 2010

A Natureza zanga-se connosco e mostra as suas garras, mostrou-me a mim com a água que entrou nas escadas do prédio e eu por momentos fiquei zangada com ela.



Conversa na mesa ao lado

Ele1: É fácil arranjar uma mulher
Ele2: Como?
Ele1: As mulheres mais gordinhas são sempre um alvo fácil.
Ele2: Fácil, não concordo.
Ele1: Estão mais fragilizadas, têm menos atenção, e...há falta de melhor (risos)
Ele2: Epá, isso é bué mau.

(Este senhor anda a ver muito mal, por momentos apeteceu-me espetar-lhe um murro nas...mas não vale a pena, haja paciência para tão pouca inteligência. Vou tentar vê-lo como um anjo mas não sei se consigo)
Se olharmos para os Seres Humanos como Anjos que surgem nas nossas Vidas, somos todos mais felizes.

sexta-feira, 3 de dezembro de 2010

Não consigo parar

Está a tornar-se um verdadeiro vício...quanto mais objectos retiro de casa mais quero retirar.

Olho para a quantidade de inutilidades que povoam a minha vida, as "quinquilharias" que se acumulam a cada canto e recanto as recordações sei lá de quê mas a cada dia que passa são menos!

Usufruo com prazer de um espaço mais amplo, onde o ar é mais respirável, onde existe harmonia, onde me sinto mesmo bem.

Gosto destes espaços novos criados dentro deste espaço...

Sou mais Eu, mais leve, mais solta...um espaço sonhado, criado e amado por mim e pelos meus.

Soltam-se amarras, sem dúvida...

Um Olhar...


15 anos!!!
Um olhar recheado de sonhos, de esperança, de fé, de alegria.
Um olhar que guardo dentro de mim.

O meu olhar!!!

E a Vida aí está cheia de coisas boas para continuar a sonhar.
É bom Viver e manter no olhar, o olhar dos 15 anos!!!
Ela: Porque é que és assim?
Eu: Assim como?
Ela: Essa frieza toda, ele só perguntou o que querias tomar.
Eu: Fria? Estás parva?!
Ela: Fria sim, dessa forma toda a gente foge de ti parece que tens medo que alguém se aproxime...que se passa contigo?
Eu: Nada, não se passa nada.
Ela: Então porque tratas mal todos os homens?
Eu: Eu não trato mal ninguém! Achei que estava a exagerar, só isso.
Ela: Vais longe, assim, vais, vais.
Conhecendo ou não as pessoas envolvidas a minha alma anima-se sempre que vejo uma relação Feliz.

O amor compra-se?

A pergunta foi feita pelo filho mais novo, a confusão instalou-se, os irmãos discutiam, o mais velho levantou a sua voz de comando e disse: “Os Sentimentos não se compram”


Num grande recipiente, misturamos todos os ingredientes que temos à nossa disposição, por vezes não percebemos que existem ingredientes que se misturados podem deteriorar-se, perder o sabor, a textura, a qualidade.

(O filho mais novo olhava para mim com os olhos arregalados, tentava acompanhar o meu raciocínio mas ainda com alguma dificuldade, o mais velho traduzia a minha linguagem dando exemplos práticos.)

Continuei…

Para fazer mousse de chocolate, por exemplo, precisamos de ovos, chocolate, açúcar e um pouco de manteiga.

Estes ingredientes interagem muito bem, experimenta adicionar limão ou vinagre, estragava a mousse, certo?

(Já percebi, respondeu-me, o dinheiro é como o limão ou o vinagre.)

O dinheiro não se pode misturar com o amor e quando alguém acredita que pode comprar o Amor com dinheiro acaba por danificar uma relação.

Até se pode andar iludido algum tempo mas rapidamente esse alguém vai começar a dar sinais de mau estar.

E quais são esses sinais?
Varia de pessoa para pessoa mas principalmente é o mau estar consigo mesmo.
As pessoas ficam amargas, ácidas ou azedas, o dinheiro é importante mas não o podemos misturar numa relação de Amor.

Obrigada mãe, o Amor é doce!

A Crescer

É assim que te vejo, a crescer, reparo que ainda há pouco te sentavas no meu colo e agora quase que me pegas ao colo a mim.

Olho para a beleza da transformação que ocorre em TI, a Natureza é fantástica, sabe o momento exacto de se tornar visível, no corpo de cada um.

Gosto da naturalidade com que enfrentas esta fase, da simplicidade e da pureza que envolve esta mudança.

Gosto da forma delicada com que descobres o teu corpo e o respeitas.

Fico enternecida com o teu despertar para a sexualidade. Acontece, apenas isso, acontece, porque é natural, porque faz parte do crescimento, porque faz parte da vida, porque faz parte de nós.

É muito bom poder acompanhar-te.

Estar atenta a TI, é muito saudável.

quinta-feira, 2 de dezembro de 2010

Momentos Especiais 4

Coisas que mexem comigo...

O filho mais velho deixa-me um mimo juntamente com uma flor: "Uma flor para uma GRANDE flor...bjs, sorri sempre :)"

Haverá coisa melhor????

quarta-feira, 1 de dezembro de 2010

Sabias que...

(recebi por e-mail)


Sabias que quando invejas alguém, é porque na verdade gostas dessa
pessoa?

Sabias que aqueles que parecem ter um coração muito forte, são na
verdade fracos e mais susceptíveis?

Sabias que aqueles que passam o seu tempo protegendo os outros são
aqueles que na verdade precisam que alguém os proteja a eles?

Sabias que as três coisas mais difíceis de dizer são: Amo-te,
desculpa e ajuda-me?

As pessoas que dizem isto realmente sentem necessidade disto ou
sentem-no, e são aqueles que realmente precisas de valorizar,
porque o disseram.

Sabias que aquelas pessoas que se ocupam servindo de companhia
para alguém ou ajudando os outros, são aqueles que realmente
precisam de companhia e ajuda?

Sabias que aqueles que se vestem de vermelho são os que têm mais
confiança em si próprios?

Sabias que aqueles que se vestem de amarelo são aqueles que
apreciam a sua própria beleza?

Sabias que aqueles que se vestem de preto, são aqueles que querem
passar despercebidos e precisam da tua ajuda e compreensão?

Sabias que quando ajudas alguém, que a ajuda retorna a ti a
duplicar?

Sabias que aqueles que necessitam mais da tua ajuda são aqueles
que menos o mencionam?

Sabias que é mais fácil dizeres o que sentes escrevendo do que
dizê-lo cara a cara? Mas sabias que tem mais valor quando o dizes
na cara?

Sabias que o mais difícil para ti de fazeres ou dizeres é mais
valioso de que algo que vale muito dinheiro?

Sabias que se pedires algo com muita fé, os teus desejos estão
garantidos?

Sabias que podes tornar os teus sonhos realidade, tal como
apaixonares-te, tornares-te rico, saudável, se o pedires com fé, e
se realmente souberes, ficarás surpreso com aquilo que consegues
fazer.

Mas não acredites em tudo que te digo, até que o tentes por ti
mesmo, se souberes de alguém que precisa de algo que mencionei, e
souberes que podes ajudar, verás que serás recompensado a
duplicar.

SABIAS QUE PODERÁS SEMPRE CONTAR COMIGO???... NO MOMENTO, TEMPO E
LUGAR QUE ME NECESSITARES, EU ESTAREI LÁ PARA TI!!!!!

'Um dia, nós mudaremos o mundo... ou já o estamos a fazer'

... Se o mundo acabasse daqui a 24horas, todas as linhas telefónicas, chat rooms e e-mails estariam saturados de pessoas enviando mensagens aos outros, dizendo
'Arrependo-me de te ter Magoado', 'Perdoa-me', 'Amo-te', 'Tenho-te em grande estima', 'Toma conta de ti' e também, 'Eu sempre te amei, mas nunca to
disse'.

Slow...

Vivemos num tempo "fast"; comida rápida, amigos rápidos, relações rápidas, consultas rápidas, apoios rápidos.

O tempo parece sempre curto para tudo.

Prefiro a versão slow...

Gosto de cimentar Amizades, gosto de slowfood, gosto de relações nas quais as pessoas interagem e têm tempo para se conhecer.

Sou antiquada mas não me importo nada com isso.

Gosto de viver a Vida com intensidade mas com calma...que querem?

As experiências servem apenas para isso, para percebermos o que verdadeiramente nos agrada ou não, redefinirmos o caminho que sempre desejámos mas que por qualquer motivo teve desvios obrigatórios.


"Sou do tempo da outra Senhora"...


A versão slow, apesar de estar fora de moda, tem vantagens; VIVE-SE, SENTE-SE a uma velocidade diferente, nunca gostei de grandes velocidades, enjoam-me, assustam-me e quase sempre terminam em acidentes mais ou menos graves.

Nunca tenho pressa para chegar, gosto de apreciar a Paisagem, gosto de usufruir das coisas belas da Vida com tranquilidade.

Há quem tenha tendência para acelerar e o risco torna-se maior. O equilíbrio perde-se.

Tanto se quer Viver que se perdem todas as oportunidades de se ser Feliz, a pressa é uma má companhia.

Bom Feriado e Vivam a Vida mais devagar...


segunda-feira, 29 de novembro de 2010


Depois de um fim de semana, tive sempre alguma dificuldade em desfazer a mala.

As memórias obrigavam-me a retardar esta obrigação como se desejasse manter viva aquele pedaço de vida.

Desta vez tudo mudou...

Percebi que tudo tem o seu tempo, o seu momento, tudo o que nos faz bem, deve ser aproveitado no momento certo.

O Amor também nos prega destas partidas...em vez de vivermos, de sentirmos, de apreciarmos.

Predispomo-nos à dor, à angustia, ao sofrimento.

Afinal o que será melhor, ter vivido ou nem saber o que isso é?

Espelho retrovisor

A meio da rotunda, vejo mais uma vez, a despedida, contorno-a, sigo em frente, para trás, a visão de um fim de semana.

As amigas no espelho retrovisor, em direcção às suas vidas.
Parto em direcção à minha...

Revejo momentos, anos, uma vida...avanço. A Vida é em frente e para o lado oposto.

Sinto um nó na garganta mas não posso deixar falar a voz do coração, a voz da razão tem mais peso, por vezes.

No espelho retrovisor deixo o olhar entregue ao tempo.

Sentido contrário

A Vida aproxima-nos de uns e afasta-nos de outros.
Os caminhos que seguimos são tão semelhantes e tão diferentes ao mesmo tempo.
Tal como na Vida ontem voltei a percorrer o caminho no sentido contrário, enquanto umas seguiam a placa com a indicação de LISBOA, eu voltei a seguir a placa em direcção ao PORTO.
Traçamos a mesma auto-estrada, apenas em sentido contrário...

sexta-feira, 26 de novembro de 2010

Fim de Semana Especial



Pensar num Fim de Semana Especial, com amigas de longa data, é recuar um pouco no tempo e recordar algumas músicas, esta é uma delas.
Não é saudosismo, é prazer, divertimento, alegria.
Tenham um bom Fim de Semana.

terça-feira, 23 de novembro de 2010

"Por Amor morre-se, por Amor mata-se"

Sobre o texto que escrevi disseram-me que tinha sido muito dura nas minhas palavras, que não entendo a alma humana e que não sei o que é o amor.

Não queria ofender ninguém, apenas dei a minha opinião e também não julgo ninguém.

É o que penso, é o que sinto.

Fiquem bem.


domingo, 21 de novembro de 2010

Deixa-me voar...

Deixa-me voar
e pousar no teu ninho,
sentir o teu corpo
e o teu carinho

Deixa-me voar...
solta-me levemente
para que me possas abraçar
Sempre!

Deixa-me partir
deixa-me tocar
deixa-me sorrir
não me deixes chorar.



Deixa-me voar...

"Por Amor morre-se, por Amor mata-se"

Mais uma conversa...
Um amigo pronunciou esta frase, há sensivelmente uma semana e ainda faz eco nos meus pensamentos.

Uma frase demasiado forte, assustadora ou não percebo nada disto...

Se alguém me dissesse esta frase, fugiria a "sete pés", pensaria de certeza que estaria na frente de um louco e o melhor seria afastar-me o mais rápido possível, sem olhar para trás.

Penso, em que situação me poderia passar pela cabeça tais actos tresloucados, só consigo ver duas pessoas na minha frente - os meus dois filhos.

Provavelmente e digo provavelmente porque não me parece que o acto de "matar ou morrer por" ,no meu estado de sanidade mental em que me encontro, seja louvável.

No entanto numa situação extrema, os meus filhos estariam sem dúvida protegidos pela mãe -loba, mãe - galinha o que queiram chamar-me.

Parece-me este o único Amor Incondicional, possível na minha Vida.

Não consigo imaginar este Amor em relação a alguém do sexo oposto, pelo que...Ou nunca Amei na minha Vida ou a minha noção de Amor é visivelmente oposta à visão do meu amigo.

Até se pode ver como uma visão romântica...mas não consigo ver romantismo nenhum.

Desculpa-me mas continuo sem perceber e juro que não te estou a chamar nomes.

Amar incondicionalmente um homem passa por aqui? Tenho sérias dúvidas...

sábado, 20 de novembro de 2010

Lugares Assim...

Em Penafiel reabre hoje ao público um magnífico espaço - Restaurante.

Situado numa quinta, é um espaço diferente, onde o tempo pára e podes sentir o latejar da Natureza.

A tranquilidade que aqui se respira permite a interacção entre o Homem e o meio.

A comida proporciona momentos de pleno prazer, o espírito de uma alimentação que nos faz recordar o tempo dos nossos avós está intrínseco no espaço delicado e familiar.

Deixa-te conduzir pelos sentidos e vem visitar ou revisitar um pequeno paraíso quase no centro de Penafiel.

www.quintadesegade.com

MISS IMPERFEITA


ACABEI DE LER ESTE E-MAIL QUE UMA AMIGA ME ENVIOU.

TENHAM UM BOM FIM DE SEMANA :)

(Texto na Revista do Jornal O Globo)


'Eu não sirvo de exemplo para nada, mas, se você quer saber se
isso é possível, me ofereço como piloto de testes. Sou a Miss
Imperfeita, muito prazer. A imperfeita que faz tudo o que precisa
fazer, como boa profissional, mãe, filha e mulher que também sou:
trabalho todos os dias, ganho minha grana, vou ao supermercado,
decido o cardápio das refeições, cuido dos filhos, marido (se tiver),
telefono sempre para minha mãe, procuro minhas amigas, namoro, viajo,
vou ao cinema, pago minhas contas, respondo a toneladas de e mails,
faço revisões no dentista, mamografia, caminho meia hora diariamente,
compro flores para casa, providencio os consertos domésticos e ainda
faço as unhas e depilação!


E, entre uma coisa e outra, leio livros.

Portanto, sou ocupada, mas não uma workholic.

Por mais disciplinada e responsável que eu seja, aprendi duas
coisinhas que operam milagres.

Primeiro: a dizer NÃO.

Segundo: a não sentir um pingo de culpa por dizer NÃO. Culpa por
nada, aliás.

Existe a Coca Zero, o Fome Zero, o Recruta Zero. Pois inclua na
sua lista a Culpa Zero.

Quando você nasceu, nenhum profeta entrou a sala da maternidade
e lhe apontou o dedo dizendo que a partir daquele momento você seria
modelo para os outros..


Seu pai e sua mãe, acredite, não tiveram essa expectativa: tudo
o que desejaram é que você não chorasse muito durante as madrugadas e
mamasse direitinho.

Você não é Nossa Senhora.

Você é, humildemente, uma mulher.


E, se não aprender a delegar, a priorizar e a se divertir,
bye-bye vida interessante. Porque vida interessante não é ter a agenda
lotada, não é ser sempre politicamente correcta, não é topar qualquer
projecto por dinheiro, não é atender a todos e criar para si a falsa
impressão de ser indispensável. É ter tempo.


Tempo para fazer nada.

Tempo para fazer tudo.

Tempo para dançar sozinha na sala.

Tempo para bisbilhotar uma loja de discos.

Tempo para sumir dois dias com seu amor.

Três dias..

Cinco dias!

Tempo para uma massagem.

Tempo para ver a novela.

Tempo para receber aquela sua amiga que é consultora de produtos
de beleza.

Tempo para fazer um trabalho voluntário.

Tempo para procurar um abajur novo para seu quarto.

Tempo para conhecer outras pessoas.

Voltar a estudar.

Para engravidar.

Tempo para escrever um livro que você nem sabe se um dia será editado.

Tempo, principalmente, para descobrir que você pode ser
perfeitamente organizada e profissional sem deixar de existir.

Porque nossa existência não é contabilizada por um relógio de
ponto ou pela quantidade de memorandos virtuais que atolam nossa caixa
postal.

Existir, a que será que se destina?

Destina-se a ter o tempo a favor, e não contra.

A mulher moderna anda muito antiga. Acredita que, se não for
super, se não for mega, se não for uma executiva ISO 9000, não será
bem avaliada. Está tentando provar não-sei-o-quê para não-sei-quem.

Precisa respeitar o mosaico de si mesma, privilegiar cada
pedacinho de si.

Se o trabalho é um pedação de sua vida, ótimo!

Nada é mais elegante, charmoso e inteligente do que ser independente.

Mulher que se sustenta fica muito mais sexy e muito mais livre
para ir e vir. Desde que lembre de separar alguns bons momentos da
semana para usufruir essa independência, senão é escravidão, a mesma
que nos mantinha trancafiadas em casa, espiando a vida pela janela.

Desacelerar tem um custo. Talvez seja preciso esquecer a bolsa
Prada, o hotel decorado pelo Philippe Starck e o batom da M.A.C.

Mas, se você precisa vender a alma ao diabo para ter tudo isso,
francamente, está precisando rever seus valores.

E descobrir que uma bolsa de palha, uma pousadinha rústica à
beira-mar e o rosto lavado (ok, esqueça o rosto lavado) podem ser
prazeres cinco estrelas e nos dar uma nova perspectiva sobre o que é,
afinal, uma vida interessante'


Martha Medeiros - Jornalista e escritora

quinta-feira, 18 de novembro de 2010

James Blunt - You're beautiful (Radio Edit)


A pedido do meu filho mais novo aqui fica uma das suas músicas preferidas. Tenham um Bom dia.

quarta-feira, 17 de novembro de 2010

Fonte de inspiração

Em conversa com um amigo referiu-me que "visitava" o meu blogue regularmente por ser para ele uma fonte de inspiração.

Ainda bem que este blogue tem alguma utilidade, EU Agradeço profundamente as tuas palavras.

Senti-me bem num momento em que muitas dúvidas me assolam o espírito.

Basta "ajudar" uma pessoa que já tudo vale a pena.

Um abraço...a todos.

terça-feira, 16 de novembro de 2010

Lixo Mental

Só assim posso designar o que me passa pela mente neste momento - LIXO MENTAL.
Estou demasiado confusa, bloqueada de tal forma que me parece inoportuno falar com quem quer que seja.

Sei que tenho um lado péssimo que me afasta de tudo e de todos quando me sinto menos bem. Aprendi a funcionar assim e geralmente resolvo melhor as minhas questões.

Com tempo, calma e alguma concentração.

Existem alturas na Vida que colocamos tudo em causa, estou de novo a passar uma fase dessas e não é mau.

Da mesma forma que escrevi a "destralhação" relativamente a bens materiais, está na hora de fazer a "destralhação mental".

São demasiados pensamentos, demasiadas ideias turvas que povoam esta cabecinha.

É tempo de parar...E libertar o lixo mental que me incomoda e me tira a LUZ.

domingo, 14 de novembro de 2010

Indecisa

É terrível.
Ser indecisa torna tudo mais difícil.
Não em questões importantes mas em questões pequenas sou terrivelmente indecisa...penso mais do que devia e pior que isso é estar sempre com medo de magoar os outros.

Felizmente que ainda há pessoas que me abrem os olhos e me chamam à razão.
Obrigada uma vez mais.
É para isto que servem os amigos, eu sei.

Vou tentar ser mais assertiva.

Troca de mensagens

Ele: Estás boa?
Eu: Tudo bem e tu?
Ele: Nem por isso.
Eu: Que se passa?
Ele:Estou farto de não fazer nada. Que contas?
Eu: Vou ter uma reunião da Comissão de Pais, queres tomar um café depois?
Ele: Obrigada pelo convite hoje não posso.
Eu: De nada. Então fica bem. Beijos
Hoje um amigo perguntou-me o que faço para esquecer aqueles momentos em gostávamos muito de ter alguém perto de nós.

Respondi-lhe sinceramente.
Tento nem me lembrar. Tento ler um livro, sair, telefonar a alguém, fazer jogos de cartas, ver um filme.

Acho que conseguimos sempre encontrar uma solução.
Passeando os meus olhos por aqui e por ali, encontrei esta frase num blogue e não resisti:


Os homens são feitos para resistir a um sólido argumento, mas cedem perante um simples olhar...

Honoré de Balzac, romancista (1799 - 1850)

sábado, 13 de novembro de 2010

Luz e formas

(Nazaré)

Foram as tuas formas que me seduziram, a cor, a luminosidade do momento, o sonho de poder navegar no teu corpo.
Desejei levar-te comigo mas tu ficas bem onde estás...és belo na tua altura.
Aí do alto observas quem te visita, sabes de histórias de amores e desamores, és cumplice dos amantes.

sexta-feira, 12 de novembro de 2010

Momentos Especiais 3

Só uma mãe para andar um mês à procura de umas calças de guarda-redes. Esgotaram, é a resposta, em todas as lojas.
Finalmente numa lojinha, encontro as calças, dou o cartão ao Senhor, introduzo o código, aguardo o recibo, no mesmo instante recebo uma chamada:
Filho: Mãe, desculpa mas não quero continuar a jogar futebol...
Eu: o quê? Acabei de comprar as calças, era uma surpresa. Está bem, tudo se resolve
Filho: Desculpaaaaa

Porque tens um ar tão feliz?


Porque estou VIVA!
Porque a Vida me sorri!
Porque procuro a beleza em tudo o que me rodeia!
Porque decidi que a Vida é demasiado Bela para não a absorver com toda a intensidade que lhe é devida!
Porque tenho uma força e energia que desconhecia!
Porque tenho saúde!
Porque acordo de manhã e é bom andar por aqui!
Porque percebi que não é nos outros que tenho que procurar a Felicidade mas sim em Mim!
Porque percebi que não devemos dar muita importância ao que os outros pensam de nós!


Tenham um Bom Fim de Semana :))

Sonho

Falei de Amor
de ternura
de paixão
Nunca percebeste

Fingiste apenas,
Acreditei
Tentei…

Recuso pensar
Que um dia
Sonhei e o sonho
Foi apenas um pesadelo.

Agora com a distância possível
sei que o caminho
Só tinha um sentido.

quinta-feira, 11 de novembro de 2010

Tela - Santos & Pecadores (tema do filme CONTRALUZ)

"Carta" aos meus dois Amores

Vens comigo?

Quero mostrar-te todos os caminhos que percorri, todas as ruas que deixaram gravadas na minha memória os seus nomes.

Quero mostrar-te todos os locais onde estudei, todas as casas que conheci, todas as escolas que me receberam.

Quero mostrar-te a minha terra, a minha Vida que um dia ficou lá bem longe.
Quero que conheças todos os meus amigos e os meus vizinhos.

Quero que saibas onde cresci, onde fui feliz.

Quero que sintas os cheiros das ruas, dos becos, das vielas da minha cidade.

Quero ensinar-te o que não aprendi e que quero aprender.

Quero dizer que vos Amo e só o Amor nos obriga a mostrar tudo o que somos e como somos.

Para os meus dois filhos que apesar de conhecerem a minha cidade, exigem sempre o recontar das histórias vividas pela mãe a cada visita a Lisboa.

Diálogo caseiro

Filho: Gosto quando escreves mãe
Eu: Porquê?
Filho: Quer dizer que estás bem.
Eu: Como?
Filho: Eu conheço-te, se não escreves é porque alguma coisa contigo não está bem.
Eu: Não é bem assim, às vezes não me apetece mesmo, não tenho vontade ou não sei o que hei-de escrever.
Filho: Isso não é verdade. Tu tens um diário e eu sei que apontas lá várias coisas que vês e ouves para depois escrever. Há sempre algo para dizer.
Eu: É verdade mas nem sempre apetece, acredita.

Bloco de gelo

A vida fez dela uma Mulher dura, um bloco de gelo.
Deixou que as marcas ficassem visíveis nos contornos faciais outrora mais leves, menos pesados. Anos de um casamento infeliz,no entanto não se imagina a viver só.

É uma vida de trinta anos partilhada com um Homem que não a sabe Amar. Repete constantemente para si que um dia vai ganhar coragem; os filhos impedem-na, a Sociedade ainda a assusta, sabe as dificuldades que outras mulheres passam quando tomam tais decisões.
Vê-se ao espelho, o corpo envelhecido numa estreita carcaça, como costuma dizer por graça.

Tem os olhos tristes mas sorri, as marcas das cesarianas fazem-na esquecer a vida menos feliz.

Detém-se na casa de banho…recua no tempo, lembra-se ainda de quando era uma mulher bonita, de como atraia os Homens e dos pretendentes que teve…teria sido mais feliz se tivesse feito outra opção?

Sente a força de uma lágrima que tenta cobrir-lhe o rosto…ouve a voz do marido. Retoma o ar duro e sério, caminha vagarosamente para a cama, deita-se e espera, apenas espera que aquele momento seja breve. Há muito deixou de sentir prazer, há muito que não sabe dar prazer…terminou.

Levanta-se, de novo na casa de banho, refresca-se, regressa ao quarto e apenas quer adormecer.
Fora de casa, é diferente, solta-se, é alegre, bem disposta, meiga, dócil.


O dia termina, o ar duro e sério tomam novamente conta do seu rosto…é hora de ir para casa.
NADA ME DEIXA MAIS INCOMODADA DO QUE VER UM AMIGO TRISTE

quarta-feira, 10 de novembro de 2010

Podia ser mas não foi

Ela disse-lhe que não, recusou o que podia ser uma noite de paixão, de carinho.
Pensou que seria fácil dizer que sim, era fácil, muito fácil.
A vontade de estar próximo de alguém, de sentir o aconchego de outro corpo encostado ao seu, sentir o seu corpo vibrar de prazer.
Sim, teria sido fácil mas o preço a pagar seria demasiado alto. Há erros que não se devem repetir, pensou.
Disfarçou o desejo, esmagou a vontade que tinha, mordeu os lábios.
Despediu-se com um até sempre.
Entrou no carro e sentiu raiva de si mesma por não ser capaz de fazer o que lhe apetecia mas faltava algo a que dava mais valor - O Sentimento - e sem ele nada era possível.
Nunca condenou quem o fizesse, pelo contrário, chegou a sentir alguma "inveja" das amigas que tomavam essa atitude. Talvez fossem mais livres do que ela, ou talvez não.
Colocou a música do carro bem alta, cantou no tom mais alto que lhe era possível e sentiu a alegria voltar ao coração, era capaz de dizer NÃO, sem medo de magoar o outro.
Tinha dado um passo e essa era a lição a tirar.
Agora era uma mulher mais forte, mais confiante, mais decidida.
Foi para casa, sózinha mas feliz.

Momentos Especiais2

Ser capaz de surpreender um filho por conseguir apertar os botões do casaco do pijama no escuro :) e ser acarinhada com um sorriso e um abraço :)

Momentos Especiais 1

Contar uma história aos meus filhos, dá-me um prazer imenso, não só porque adoro histórias mas também porque adoro contá-las, além de que sei que tenho algum jeito, fruto da minha profissão e de um avô que me contava histórias à lareira quando era pequenina.
Terá alguém o direito de mudar alguém?
Será alguém capaz de mudar alguém?
Ou devemos, tão simplesmente aceitar cada um exactamente como É?
Vejo pessoas desfazerem-se, desgastarem-se, definharem-se para mudar as/os companheiras/os. Não me parece que se consiga.
Ou se quer ou não se quer.
Claro que já todos tentámos pelo menos uma vez na Vida tentar mudar alguém, definitivamente parece-me uma péssima opção.

Dia de recados

Este espaço é meu e claro de quem o visita, não escrevo só para mim.
Ao escrever e publicar fica disponível para todos.
Mas como é evidente não posso permitir que sejam mal educados comigo.
Quem não gosta, quem se sente incomodado tem bom remédio, não venha cá. Passe à frente, existem tantos blogues, porquê voltar se nada agrada? Não se dêem a tanto trabalho!
Acho sinceramente que estão a desperdiçar tempo e o tempo é tão precioso nos dias que correm .


Alguém me dizia hoje que há pessoas que vêm aqui apenas para saber o meu estado de espírito, (Podia explicar tudo aquilo que escrevo mas não era a mesma coisa, a ideia também é essa, não acham?) chamo a isto pura coscuvilhice, uma nova forma de tentar saber o que se passa na vida de cada um, não deixa de ser divertido.

Tenham calma, muita calma que anda por aí muita gente confusa.

Este é um espaço onde escrevo o que me apetece , quando me apetece e as vezes ao dia que me apetece (enquanto estiver em casa posso dar-me a esse luxo).

É fácil deixar um comentário de forma anónima e ser-se mal educado, apenas prova a falta de carácter, enfim... disso temos um País quase cheio.

Fiquem bem, sejam felizes :)

E agora que estou aliviada e com a Alma tranquila vou-me retirar até me apetecer voltar...

É bom....

Vim do dentista, um dente que sai e dores que se sentem. Nada como uma música quentinha da minha infância para aliviar a dor. É bom recordar estes momentos :)))))

Mensagem bonita

Gosto muito de ver ou neste caso de ler, declarações de Amor.
Acho bonito, romântico e sem dúvida é um belo presente para a outra pessoa.

É muito BOM perceber que existem relações felizes.

É a prova viva de que se as pessoas quiserem podem ter uma relação duradoura e Feliz.

Muitos Parabéns aos dois:)))

terça-feira, 9 de novembro de 2010

Ser feliz é reconhecer que vale a pena viver apesar de todos os desafios, incompreensões e períodos de crise

Fernando Pessoa

(ao telefone)


Ela: Não gosto da foto que tens no blogue
Eu: Porquê?
Ela: Tens um ar pensativo e triste.
Eu: Pensativo, sim. Triste? Não. Esta foi tirada no dia dos meus anos!!!
Ela: Se foi no dia dos teus anos, não sei, mas não gosto. Muda!
Eu: Não mudo.

S. Martinho em Penafiel



Provavelmente a maior festa de todo o distrito do Porto. Durante as festas afluem à cidade pessoas de toda a parte do País.
Uma festa com características muito especiais.

Em Baixo o Programa, retirado da página da Câmara Municipal de Penafiel, tal como a imagem.


Programa


Prova do Vinho Novo, Artesanato, Magusto, Baile de S. Martinho, Jogos Tradicionais
Dias 11, 12, 13, 14, 20 e 21 de Novembro
Quinta de Puços (junto ao Largo da Ajuda)

Dia 11 Nov (5ª feira)
11.00h – Cantares ao Desafio – Durval e Amigos
16.00h – Rancho Folclórico Infantil de Cabeça Santa - “momento de dança”
17.00h – Cantares ao Desafio (Olinda de Paredes e Jorge de Barcelos)
21.00h – Rancho Folclórico Infantil do Centro Cultural de Duas Igrejas – “momento de dança”

Dia 12 Nov (6ª feira)
21.00h – Baile de S. Martinho – Conjunto Musical “Português Suave”

Dia 13 Nov (Sábado)
11.00h – Grupo de Concertinas da Saudade - Paredes
15.00h – Grupo Os Amigos do Cavaquinho de Canelas
21.00h – Rancho Folclórico de S. Miguel de Paredes - “momento de dança”
22.00h – Grupo Folclórico de Penafiel - “momento de dança”

Dia 14 Nov (Domingo de Prendas)
11.00h – Grupo de Cavaquinhos de Lagares
16.00h – Rancho Folclórico de Paço de Sousa
21.00h – Grupo Folclórico de S. Mamede de Canelas

Dia 20 Nov (Sábado)
11.00h – Jogos Tradicionais
15.00h - Grupo Tradicional “Terra Nossa”- Guilhufe
17.00h – Grupo Musical “Arte Real”
21.00h – Rancho Folclórico S. Pedro da Bela Vista - “momento de dança”
22.00h – Rancho Folclórico do Centro Cultural e Recreativo de Rio de Moinhos -“Baile de Vindimas”

Dia 21 Nov (Domingo)
11.00h – Jogos Tradicionais
14.30h – Rancho Folclórico da Associação para o Desenvolvimento de Boelhe - “momento de dança”
16.00h – Rancho Folclórico do Centro Social e Cultural de Abragão - “Recriação Feira S.Martinho”
17.00h – Grupo Folclórico da Associação Cultural e Recreativa Amigos de Bustelo - “Desfolhada”
21.00h – Grupo de Guitarras de Penafiel

Mostra e Venda de Artesanato – Quinta de Puços
De 10 a 21 de Novembro

Domingo de Prendas – 14 de Nov
15.00h – Entrega de prémios aos vencedores do 47º Concurso de Quadras de S. Martinho – Salão Nobre da Câmara Municipal

Pavilhão de Feiras e Exposições de Penafiel
12-14 Nov – XII Concentração de S. Martinho – Moto Clube do Vale do Sousa

Junto às Piscinas Municipais de Penafiel
10 Nov – Mostra e venda de gado bovino
11 Nov – Mostra e venda de gado cavalar


Organização:
Pelouro do Comércio, Feiras e das Actividades Económicas
Câmara Municipal de Penafiel



Data Inicio: 2010-11-10 9:00
Data Fim: 2010-11-21 23:00

O Silêncio

Não posso continuar a fingir que não percebo a mensagem do silêncio.

Quando o silêncio se instala, significa que algo deu lugar a que ele surgisse.
Como Balança, bem balança que sou, acabo sempre por me questionar do erro que possa ter cometido para que o silêncio tenha aparecido (tenho este hábito de achar que a culpa é sempre minha).

Por uma questão de justiça (mais uma vez os pratos da balança), dou sempre o benefício da dúvida, até considerar que é o momento certo da retirada.

Percebi só que não entendi o silêncio.

Acabo de me retirar, detesto incomodar.

Mantenha-se o silêncio.


Felicidades :)






segunda-feira, 8 de novembro de 2010

De regresso à chávena de chá

O mau tempo veio para ficar, chegou a altura de regressar à chávena de chá que me acompanha ao longo de todo o Inverno.

Na lareira, a lenha já arde, no ar sente-se um odor inconfundível, a casa está agradável.

Preparo o espaço; a minha manta (não pelo frio mas pelo conforto) prepara-se para se aconchegar no meu corpo, ao lado um livro solta uma leve gargalhada, virando páginas sorridentes.

A chávena de chá aquece-me as mãos e alma.

Está completo o cenário, tenham uma boa tarde

Triste

O dia está triste
o céu chora
a minha alma
sente falta de carinho

Observo pela janela
o vento que tenta
derrubar as árvores
e que já derrubou
o meu corpo

No meu olhar
está a tristeza
que não se dilui
como as águas da chuva

No meu rosto
a marca das intempéries

A minha alma está triste
e eu também.

Jantar à luz das velas

Ser convidada para um jantar à luz das velas, agradar-me-ia não fosse a situação que envolve tal convite.
Recebo uma mensagem no dia dos meus anos, onde está explicito o convite para o dia seguinte.
Fiquei pensativa, não pelo convite mas pelo momento em que tal acontece.
Dois meses depois de uma visita a um museu e sem mais uma palavra pelo meio...
Não me pareceu que tivesse qualquer sentido ou significado.
Agradeci a mensagem de Parabéns e não respondi à segunda parte.
Para bom entendedor meia palavra basta.
Não é desprezo, nem vingançazinha, nem maldade feminina.
Comemorar o meu aniversário faz sentido com as pessoas que me são próximas;família e amigos.
Um jantar à luz das velas? Claro que também me agrada. Só que não desta forma.

Para Elisa (Für Elise) - Beethoven

domingo, 7 de novembro de 2010

"Destralhação"

Quando iniciei este processo de "destralhação", estava longe de imaginar os efeitos verdadeiramente positivos que viria a sentir.

O que entendo por "destralhação" é simplesmente aliviar a nossa casa de objectos, roupas, sapatos, móveis e tudo o que possam imaginar que está a mais nas nossas casas.

Como filha única aprendi a guardar tudo, porque cada objecto era uma recordação e a dificuldade de me libertar das "coisas" estava relacionado mais com um estado de espírito do que propriamente o valor sentimental que se sinta por esses mesmos objectos.

No início foi difícil e comecei por "coisas" mais pequenas, com pouca utilidade, não me desfiz logo delas, apenas as mudei de lugar...garagem.

À medida que o tempo foi passando, a minha necessidade de libertar mais o espaço, tornou-se cada vez maior. (Até aqui os meus filhos eram incapazes de dar qualquer brinquedo seu, por vezes às escondidas era eu que colocava em caixas e levava para a garagem, até que eles se esquecessem para depois serem distribuídos.)

Neste momento posso garantir que voltar a "encher" a casa com objectos está fora de questão, a casa está mais leve, a energia circula, todas os amigos que cá vêm sentem-se bem e ninguém tem vontade de sair.

Dizem-me que se respira PAZ...os meus filhos começaram também, sem ser necessário a minha intervenção, a desfazerem-se de tudo o que sentiam que estava a mais.


O espaço fica mais agradável, mais jovem, mais limpo. O tempo para limpar a casa diminuiu bastante o que implica uma maior disponibilidade de tempo para mim, para os meus filhos e para aquilo que me dá prazer.

Pensem... Experimentem, vale a pena :)

sábado, 6 de novembro de 2010

Fiquei sem perceber

Ela: Sabe, eu sei que não me devia meter mas já conheço a menina há tantos anos...
Eu: Diga! Passa-se alguma coisa importante?
Ela: Não é bem isso, apenas um conselho, não me leve a mal.
Eu: Pode falar.
Ela: Não devia deixar o seu ex-marido vir a sua casa tantas vezes.
Eu: Desculpe mas não estou a perceber!
Ela: É que se algum homem estiver interessado na menina, afasta-se, porque ele vem muitas vezes aqui a sua casa. E não percebe se estão juntos ou não.
Eu: Vem e há-de continuar a vir, é o pai dos meus filhos!

"Via em stand by"

Por diferentes motivos, esta semana desloquei-me ao Porto três vezes.
Há 20 anos que conduzo e nunca me tinha acontecido tal.
Quando cheguei à Portagem para pagar, fui informada que teria de aguardar um pouco; mudança de portageiro, mudança das caixas e troca de informações.
Olhei para a placa de informação à minha frente (onde geralmente está indicado o valor que temo que pagar) e dizia "Via em stand by" , sabia que tinha que aguardar e pensei naqueles pequenos 2 minutos que por vezes a nossa vida também se encontra em stand by e não entendemos que é necessário esse compasso de espera para que se tome o rumo normal do percurso que temos que percorrer.

Cada vez temos menos tempo para pensar nestas coincidências ou como prefiro designar, sinais.

Bem-haja

"Hoje tiraram-me do sério"

É difícil, mesmo, mesmo muito difícil mas hoje uma senhora conseguiu tirar-me do sério!
Como membro da Comissão de Pais da Escola do meu filho mais novo, estive juntamente com os outros elementos a preparar a Festa que amanhã se irá realizar na escola de Mós - Silvares, Lousada.
Como podem imaginar estas actividades dão trabalho e exigem empenho dos elementos que integram a equipa.
A porta da Escola estava aberta e naturalmente algumas crianças da Escola entraram e assistiram à preparação do espaço (maldita a hora).
É que existem pessoas que nada fazem e ainda se sentem no direito de incomodar quem trabalha.

Para ajudar esta alma é mais uma daquelas que vive dos rendimentos mínimos, com um Audi à porta e uma "mota maneirinha" que eu que trabalho não me posso dar ao luxo de ter, por isso não me venham com a história do rendimento mínimo, esta gente tem é que trabalhar e saber o que a vida custa.
Estou cansada de assistir diariamente à passagem de modelos dos "pobrezinhos" que gozam com quem de facto presta contas à Sociedade.

Aqueles que precisam verdadeiramente não têm direito a nada.

quinta-feira, 4 de novembro de 2010

Os vossos sorrisos....

Os vossos sorrisos são a maior e melhor manifestação de carinho que um professor pode receber.
Percebemos e sentimos o significado da nossa profissão.
São os abraços, os beijos e as palavras doces que nos fazem ter a certeza de que estamos no caminho certo.
Obrigada pelos sorrisos, Obrigada por fazerem parte da minha Vida, Obrigada!

Atitudes que me fazem sentir feliz

Recebi um telefonema pela manhã, ao reconhecer a voz fiquei surpreendida.

"Professora, hoje é dia de pudim, o seu favorito. Não quer dar cá um saltinho?"

Sabe bem ser mimada, sabe bem ser lembrada, principalmente quando estamos ausentes há tanto tempo.

Gosto destes mimos e gosto de os retribuir.

Obrigada por se lembrarem de mim.
Beijos

Há coisas que não mudam...

Na sala de espera do Hospital, encontrava-se um grupo de médicas que conversava alegremente.Bem dispostas, sorridentes, fazendo pequenos comentários e dando sugestões à grávida que se encontrava entre elas.

Aproxima-se um médico que se dirige à máquina do café e o tom de voz daquele grupo animado, altera-se, falam mais baixo, riem-se, gesticulam.
Percebi, era um belo exemplar!

Automaticamente uma das médicas solta o cabelo que segundos antes estava preso por um elástico.

(Sorri) Estes são gestos típicos da sensualidade feminina; mexer, soltar os cabelos.

Há coisas que não mudam com a idade.

terça-feira, 2 de novembro de 2010

Estou cansada de vos ouvir (políticos)

Desculpem a minha falta de Educação mas estou farta!

Por acaso a televisão está ligada, por acaso ouvi estes senhores que ganham fortunas mensalmente, falar, por acaso apercebi-me da forma como estes senhores falam e dos termos e das palavras que utilizam na AR, por acaso e se me permitem a grande maioria, devia voltar à Escola.

E já agora não "usem" a CLASSE DOCENTE PARA GANHAREM VOTOS!

Afinal ninguém está preocupado connosco, apenas querem o mesmo e todos.

Será possível retirar esta gente toda da AR e substituí-los por gente um pouco mais credível.

Não aguento tanta barbaridade, não aguento tanto disparate, não aguento tanta arrogância.

Estou cansada de vos ouvir.

(Peço desculpa aos bons)

Mulheres - Paulo Coelho

Recebi por email, para todas as mulheres e homens também.

Opinião dos homens sobre o corpo feminino por Paulo Coelho

Não importa o quanto pesa. É fascinante tocar, abraçar e acariciar o corpo de uma mulher. Saber seu peso não nos proporciona nenhuma emoção.
Não temos a menor idéia de qual seja seu manequim. Nossa avaliação é visual, isso quer dizer, se tem forma de guitarra... está bem. Não nos importa quanto medem em centímetros - é uma questão de proporções, não de medidas.
As proporções ideais do corpo de uma mulher são: curvilíneas, cheinhas, femininas... . Essa classe de corpo que, sem dúvida, se nota numa fração de segundo. As magrinhas que desfilam nas passarelas, seguem a tendência desenhada por estilistas que, diga-se de passagem, são todos gays e odeiam as mulheres e com elas competem. Suas modas são retas e sem formas e agridem o corpo que eles odeiam porque não podem tê-los.
Não há beleza mais irresistível na mulher do que a feminilidade e a doçura. A elegância e o bom trato, são equivalentes a mil viagras.
A maquiagem foi inventada para que as mulheres a usem. Usem! Para andar de cara lavada, basta a nossa. Os cabelos, quanto mais tratados, melhor.
As saias foram inventadas para mostrar suas magníficas pernas... Porque razão as cobrem com calças longas? Para que as confundam conosco? Uma onda é uma onda, as cadeiras são cadeiras e pronto. Se a natureza lhes deu estas formas curvilíneas, foi por alguma razão e eu reitero: nós gostamos assim. Ocultar essas formas, é como ter o melhor sofá embalado no sótão.
É essa a lei da natureza... que todo aquele que se casa com uma modelo magra, anoréxica, bulêmica e nervosa logo procura uma amante cheinha, simpática, tranqüila e cheia de saúde.
Entendam de uma vez! Tratem de agradar a nós e não a vocês. porque, nunca terão uma referência objetiva, do quanto são lindas, dita por uma mulher. Nenhuma mulher vai reconhecer jamais, diante de um homem, com sinceridade, que outra mulher é linda.
As jovens são lindas.. mas as de 40 para cima, são verdadeiros pratos fortes. Por tantas delas somos capazes de atravessar o atlântico a nado. O corpo muda... cresce. Não podem pensar, sem ficarem psicóticas que podem entrar no mesmo vestido que usavam aos 18. Entretanto uma mulher de 45, na qual entre na roupa que usou aos 18 anos, ou tem problemas de desenvolvimento ou está se auto-destruindo.
Nós gostamos das mulheres que sabem conduzir sua vida com equilíbrio e sabem controlar sua natural tendência a culpas. Ou seja, aquela que quando tem que comer, come com vontade (a dieta virá em setembro, não antes; quando tem que fazer dieta, faz dieta com vontade (sem sabotagem e sem sofrer); quando tem que ter intimidade com o parceiro, tem com vontade; quando tem que comprar algo que goste, compra; quando tem que economizar, economiza.
Algumas linhas no rosto, algumas cicatrizes no ventre, algumas marcas de estrias,peito mais descaido não lhes tira a beleza. São feridas de guerra, testemunhas de que fizeram algo em suas vidas, não tiveram anos 'em formol' nem em spa... viveram! O corpo da mulher é a prova de que Deus existe. É o sagrado recinto da gestação de todos os homens, onde foram alimentados, embalados e nós, sem querer, as enchemos de estrias, de cesarianas e demais coisas que tiveram que acontecer para estarmos vivos.
Cuidem-no! Cuidem-se! Amem-se!

A beleza é tudo isto.

Paulo Coelho
Apetece-me sorrir, apetece-me brincar, apetece-me trocar as palavras e dar-lhes um novo sentido.

Apetece-me aproveitar o dia de hoje como se nada mais existisse porque hoje estou aqui.

A vida é agora. A Vida é Sol, a Vida é cor.

Estou bem porque estou.

Se me quiseres...

Se me quiseres Amar
toca-me na alma...
Se me quiseres sentir
sente-me com o coração...
Se me quiseres ouvir
ouve-me com os teus olhos...
Se me quiseres "prender"...
que seja com asas
Se me quiseres compreender...
que seja com um sorriso
Se me quiseres ver sorrir...
sente o meu coração
Se me quiseres ver partir...

domingo, 31 de outubro de 2010

Noite de Bruxas para uns, noite normal para outros.
Prefiro a segunda.
Calma e tranquila vou-me recolher, não sem antes desejar uma boa noite a todos.

Divirtam-se, descansem, sonhem, sejam felizes :)

luis represas - "feiticeira"

Rui Veloso - A paixao

A crónica de Rui Zink

Graças à crónica de Rui Zink, sobre as mulheres, as visitas são muitas a este blogue.
Não fico triste, pelo contrário, significa que há quem esteja interessado em conhecer o Universo feminino.
E ao mesmo tempo acabam por conhecer este espaçozito.
E sinceramente espero que sejam mais homens do que mulheres a ler esta crónica...a bem de todas nós :)

Bom Domingo

Antonio Variaçoes Erva Daninha ao alastrar

A letra é um pouco forte mas muito, muito interessante

" A TROCA"

Ontem resolvi dar um salto ao cinema, em cartaz estava este filme, uma amiga tinha-me falado dele e decidi aproveitar a oportunidade de o ver aqui pertinho de casa.

É uma comédia ligeira, com muito para pensar.

Não sei se devia ir ver estes filmes... ultimamente fico demasiado tempo a pensar no que vejo. Frases que nos ficam, que abanam, que "martirizam"; A corrida Humana, "andamos sempre a correr e estamos sempre atrasados", encontros/desencontros, "conspiração" do Cosmos...enfim poderia dizer mais mas não me parece boa ideia.

Percebi que só há um aspecto menos positivo em ir ao cinema sózinha...no final não há com quem trocar ideias...

Humanos- Quero é viver

sábado, 30 de outubro de 2010

" Quem poderá dizer o que é pecado aos olhos de Deus"


para ti minha amiga...esta frase acabei de a ler no filme que agora terminou

Não desistas

Não desistas da Vida
não deixes de lutar
mas não martirizes o teu
destroçado coração


Não percas a Esperança
mas não te deixes iludir

O Amor é importante
mas se vem para destruir
então não é Amor

O Amor não é sofrimento
O Amor não pode inundar
o teu coração de tristeza

Se o Amor existe
então será para ser vivido
de forma feliz

Talvez o teu coração
volte a sorrir
mas terás de acreditar

Não desistas

Divorciadas...

Ela: Desculpe, menina mas hoje não estou nada bem..
Eu: Esteja à vontade...que se passa consigo?
Ela: Nesta terra é melhor ser-se viúva do que divorciada.
Eu: Ai! Não diga isso..isso é muito mau.
Ela: Acha, menina? Mas é o que penso, ser divorciada não é carne nem peixe e toda a gente fala da nossa vida e mal, claro está!
Eu:Não pode dar ouvidos ao que se diz por aí.
Ela: Oh menina! É tão mau andar na boca do povo...dizem que para fazer a vida que faço tenho que ter um Homem a sustentar-me.
Eu: ah ah ah
Ela: Está-se a rir?
Eu: Desculpe...é que já me disseram o mesmo.

A minha intuição

Estava certa mais uma vez...há uns dias andava "incomodada" com uma sensação estranha de que algo estaria para acontecer.

Infelizmente tinha razão...

Saber ouvir o nosso interior tem destas coisas, ficamos em alerta quando ele se manifesta.

O nosso íntimo não nos engana, nem o nosso corpo, podemos por vezes fingir mas não vale a pena fugir...

Rita Lee - Coisas Da Vida

"Quando você quer alguma coisa, todo o universo conspira para que você realize o seu desejo." Paulo Coelho


Espero que sim, quero acreditar, tenho que acreditar.

sexta-feira, 29 de outubro de 2010

Pela manhã

Sentada, na cadeira cansada, assisto ao início de mais um dia.
Na esplanada, tomo um café. Chove e o vento sopra, sinto-me abrigada pelas colunas e nada me demove a recolher-me no interior.
As pessoas correm apressadas, fogem da chuva e do vento enquanto observo o espectáculo que agora tem início; folhas quentes de vários tons e tamanhos rodopiam, elevam-se no ar como bailarinas, dançam e fascinam-me.
Afastam-se de mim e encontram protecção nos telhados esverdeados pelo musgo acumulado ao longo de anos.

Estou feliz… tenho tempo para observar o que acontece em meu redor, tenho sorte ou talvez a tenha conquistado.
Aprendi a olhar, aprendi a ter prazer nos momentos únicos que podemos viver apaixonadamente.
Este é um desses momentos.
Retraio-me…sei que tenho que sair mas a natureza obriga-me a admirá-la.
Um breve sorriso sai dos meus lábios…

Que bela forma de começar o dia.

terça-feira, 26 de outubro de 2010

Outono

A tarde solarenga de hoje, convida a um passeio, por campos e vales.
Um dia de Outono cheio de Luz para todos.
Aproveitem este SOL fantástico...

segunda-feira, 25 de outubro de 2010

´O medo tem alguma utilidade, mas a cobardia não.´
Gandhi

Minha Culpa

Sei lá! Sei lá! Eu sei lá bem
Quem sou? Um fogo-fátuo, uma miragem...
Sou um reflexo... um canto de paisagem
Ou apenas cenário! Um vaivém

Como a sorte: hoje aqui, depois além!
Sei lá quem sou? Sei lá! Sou a roupagem
De um doido que partiu numa romagem
E nunca mais voltou! Eu sei lá quem!...

Sou um verme que um dia quis ser astro...
Uma estátua truncada de alabastro..
Uma chaga sangrenta do Senhor...

Sei lá quem sou?! Sei lá! Cumprindo os fados,
Num mundo de maldades e pecados,
Sou mais um mau, sou mais um pecador...

Florbela Espanca

Obrigada a todos

Tenho reparado que aumentou o número de visitas a este espaço onde partilho o que me vai na alma.

Os comentários são poucos mas fico feliz com as visitas.

Obrigada e tenham um BOM DIA!!!
Filho: Não devias ter cortado o cabelo, mãe!
Eu: Não devia, porquê?
Filho: Fica-te mal
Eu: Muito obrigada...
Filho: Não é isso, agora não posso enrolar os meus dedos no teu cabelo.
Eu: Vai-te habituando, para a próxima vai ficar ainda mais pequeno.
Filho: Mãe! Assim deixas de ser tu!
Eu: Não, não. Sou a mesma, apenas mudou o comprimento do cabelo.
Filho: Qualquer dia pareces um Homem...
Ela: E tu como estás?
Eu: Bem e tu?
Ela: Não sei, não estou muito bem.
Eu: Porquê? Que se passa?
Ela:A minha relação está por um fio, ele não dá o passo seguinte e eu sinto necessidade de sentir um pouco mais de segurança. E tu, continuas sózinha?
Eu: Sim, ainda estou sózinha.
Ela: Sabes o que queria? Ser mãe, fiz 41 anos e...é um sonho que não sei se vou conseguir concretizar...

domingo, 24 de outubro de 2010

"Comer, Orar, Amar"

Um filme com algumas questões interessantes; sobre a vida e os relacionamentos. Não é o filme da minha Vida, penso no entanto que se bem analisado pode "ajudar" algumas pessoas, desde que estejam interessados em mudar o rumo das suas vidas.

Falta de "chá..."

Terei eu que justificar a alguém o que escrevo? Ou porque escrevo? Ou se o que escrevo se dirige a alguém especificamente? Ou se invento? Pior, se vou buscar as ideias a outros?

Andará tudo doido?

Desculpem...mas nem sempre há paciência.
Ontem por breves momentos tive a fantástica sensação que vivia noutro local...

Jantei na cidade do Porto e "sonhei" por instantes pensei que estava na minha cidade...existe algo que aproxima as duas ...

Tens razão, não me importava de viver no centro do Porto.

Sentir-me-ia mais confortável na minha pele...

Há dias assim, sentimos saudades e eu gosto tanto de Lisboa!

TORANJA - Carta

É bom ter alguém próximo com quem podemos ser autênticos e percebermos que não somos mal interpretados.

Obrigada mais uma vez, minha amiga :)
O tempo é divinal para esclarecer todas e quaisquer situações delicadas.

sábado, 23 de outubro de 2010

Vou sorrir para não me zangar.
Em todos os momentos temos uma hipótese de mudar o rumo dos acontecimentos.
Vou mudar de direcção, vou fazer inversão de marcha e partir para outro LUGAR.

sexta-feira, 22 de outubro de 2010

Espanta-espíritos

Faço com que o espanta-espíritos se mova
sinto o som de um conjunto de peças
que se tocam suavemente;

Distingo o som individual de apenas uma
pequena peça
que evita o contacto com as outras

vai e vem lentamente
como se de uma dança
se tratasse

aproxima-se, suave e docemente
afasta-se, quando é possível
estabelecer um contacto
mais físico

Não é o que deseja
apenas o que teme

Tremulamente retira-se,
parte,
espera que a dança acalme
para voltar ao seu estado puro.

Encantas-me

Encanta-me o teu olhar
e a forma como me olhas,

Encantam-me os teus lábios
e a forma como se abrem
para me sorrir

Encanta-me o som que abandona a tua boca
para me presentear com palavras mágicas

Encantam-me as tuas mãos
e a suavidade com que se juntam às minhas

Encanta-me o teu andar
enquanto sonho que danço contigo

Encantas-me...

quinta-feira, 21 de outubro de 2010

HOJE

Hoje o dia tem sido verdadeiramente Interessante e Emocionante.
Tenho sido estrondosamente acarinhada mas a mais surpreendente foi a forma como fui recebida pelo médico que me acompanha neste meu processo (8 meses).

Uma grande lição de Vida para quem acaba de entrar nos 40!
Emocionada saí do consultório.

Acredito que tudo muda quando nós mudamos.

Obrigada a todos. Obrigada MESMO!!!!

Hojé é o meu DIA!!!!



Cá está chegadinha a hora de entrar na idade da ternura (dizem)...
Vejamos...acordei feliz com um filho a beijar-me e a dar-me os Parabéns.
Haverá melhor forma para acordar neste dia? Não de certeza.

E como é o meu dia, decidi que nada vou fazer ou melhor espero que alguém o faça por mim ( é só hoje!)
Parabéns a MIM!!!!!!!!!!!!!!

quarta-feira, 20 de outubro de 2010

Pessoas assim

O que pode acontecer quando duas pessoas se (re)encontram passados mais de vinte anos? Não sei o que pode suceder com os outros, apenas posso afirmar que no meu caso, foi uma surpresa...
Uma boa surpresa, muita conversa, claro, o tempo é curto e existe uma necessidade intrínseca de contar o que aconteceu em mais de duas décadas.

Solta-se a voz, dá-se espaço às emoções e naturalmente "a conversa flui", é destas pessoas que quero estar rodeada, pessoas que me fazem rir, pessoas cheias de vida, alegres, pessoas que transmitem bem-estar porque estão de bem com a vida.

Não importa o tempo, os percursos de vida ou a distância.
É apenas significativo a vontade de estar e conversar.
Não é isto que levamos da vida? Não são estes os amigos que desejamos? Não são estes os momentos que se recordam?

Ainda bem que existem pessoas assim.

Não quero

Não quero ouvir falar da crise que estamos a atravessar, chamem-me inconsciente, estou cansada, de ouvir falar da crise, estou cansada de ouvir os nossos políticos, as críticas, as "matanças" públicas, a desgraça nacional.

Não quero entrar nesta onda de pessimismo, não tenho feitio para tal.
Começo a aperceber-me do estado de quase loucura em que a maioria dos Portugueses está a "entrar" e recuso-me terminantemente a ver o País a afundar-se.
Quanto mais se fala, pior se fica. E as pessoas adoptam posições de verdadeira farsa perante tal situação.
Portanto não contem comigo!
Estou farta!
Vou continuar a sorrir, a "levar" a Vida para a frente e se querem que vos diga....em boa hora chegou este momento (agora devo ser fuzilada por muitos, não faz mal, estou habituada), talvez olhemos de novo para a família, talvez voltemos a dar valor ao que realmente é importante, talvez haja menos necessidade de mostrar o que se tem e mostrar mais o que se é, talvez a Vida mude um pouco, sim mas quem sabe se não é para melhor!
Chamem-me louca!

Reunião de Pais

Como E.E. dos meus dois educandos, faço questão de estar sempre nas reuniões, até porque também estou ligada ao Ensino e considero fundamental dar o exemplo não só aos meus filhos como também aos outros Pais.

Na última reunião em que estive, discutia-se uma vez mais a questão da SOPA!!!!
Como é possível?

Como Educadora, assisto a variados maus hábitos alimentares das nossas crianças mas com o tempo, lá se vão habituando a que pelo menos no Jardim/ escola a sopa faz parte de uma alimentação equilibrada e todos sabem que é desta forma que se inicia a refeição.

Espanta-me de facto que numa reunião de Pais de alunos que frequentam os 2º/3º ciclos ainda se coloque esta questão em cima da mesa!!!!!

Não sei qual a alimentação de cada um mas por favor pelo menos na Escola a SOPA existe e vai continuar a existir.

Com toda a certeza as nossas crianças não vão ficar traumatizadas, até porque comem sopa desde o Jardim de Infância.

terça-feira, 19 de outubro de 2010

O tempo começa a arrefecer e apetece estar em casa, junto da lareira a ouvir o som único e belo da lenha a arder.
Boa noite.

Às vezes...

é bom ouvir...
é bom sonhar ...
é bom fingir ...
é bom acreditar...
é fácil acreditar...
é fácil fingir...
fico cansada dos outros...
desejo não pensar...
quero que me deixem sossegada...
Às vezes queria que tudo fosse diferente mas não é...
Sentei-me em frente ao computador e decidi procurar um local onde passar o próximo fim de semana...
A pesquisa não deixou de ser interessante (risos) pouco ou nada se encontra para uma pessoa só!

Há programas fantásticos a dois, familiares, a chamada terceira idade mas...para quem está só...ups!
É mesmo complicado! Faz-me lembrar a taxa do IRS, paga porque és sozinha com dois filhos!!!
Um quarto single é mais caro que um duplo, dá vontade de rir.
Uma boa forma de ver e rever a nossa sociedade. Esta não está definitivamente preparada para as minorias, sejam elas quais forem.

E como este fim de semana queria algo de muito especial, desisti! Nada me convenceu, nada me aliciou, nada me satisfez....

Desisti, hoje! Talvez amanhã encontre algo que me agrade :)

Virgem Suta "Linhas Cruzadas" (exclusivo Antena 3)

Um amigo mencionou, eu ouvi e gostei...

Parece coisa de crianças mas provavelmente é por isso que me agrada :)

domingo, 17 de outubro de 2010

sexta-feira, 15 de outubro de 2010

Pequenas coisas que sabem bem; jantar carne na pedra acompanhada com batatinhas a murro e um copo de vinho maduro tinto da região de Setúbal.
Sobremesa; gelado com chocolate quente...há anos que não comia!
Pequenos prazeres.
É bom saber usufruir de momentos exclusivamente nossos mesmo que sózinhos...que bom que é VIVER!

Um bom fim de semana

quinta-feira, 14 de outubro de 2010

Tempo

Permite que o tempo seja solto e leve

permite que o tempo, ganhe tempo.



Deixa o tempo a seu tempo,

não queiras acelerar o tempo

ou não vives o tempo certo.



Este é o momento deste tempo,

aproveita-o agora.

domingo, 10 de outubro de 2010

Hoje apetece-me desejar uma Boa Noite a todos.
É bom ter uma cama quentinha à nossa espera.
Boa noite e bons sonhos.

Mergulhei dentro de mim...

Mergulhei dentro de mim
e nadei nas águas profundas e gélidas
reencontrei todas cores
que vivem no meu peito


Rodeio-me da beleza
incondicional interior
onde habitam todos os sentimentos


Sinto o corpo flutuar no mar azul cristalino
envolvido por pequenas algas
que me aconchegam e me protegem

Mergulhei dentro de mim...

sábado, 9 de outubro de 2010

Tenho a estranha sensação de que algo está para acontecer mas não sei o quê, nem quando, nem como.
Apenas sei que vei acontecer, como quando esperamos pelo autocarro na paragem, sabemos que vai chegar mas temos que aguardar.
Às vezes na Vida acontece o mesmo...temos que esperar.

Chuva

Quando o mau tempo se instala, muitos são os que se queixam deste tempo menos agradável mas que a natureza agradece.

Pela minha parte, a chuva é sempre bem vinda, considero-a como uma benção e vejo o seu lado calmo e romântico; estar no aconchego do lar, aproveitar estes momentos para colocar leituras em dia, beber uma chávena de chá bem quente enroladinha numa manta...enfim, pequenos prazeres que me fazem feliz.

Boa noite seja ela com bom ou mau tempo, aproveitem o lado bom da situação...

sexta-feira, 8 de outubro de 2010

Hoje acordei....


Com uma vontade enorme de correr, brincar e dançar de baixo de chuva.


Tenham um Bom Dia.


terça-feira, 5 de outubro de 2010

James Taylor & Carole King - You've Got a Friend (HQ) (Uploaded by Torni...

Encontro casual

(No AKI)

Ele: Olá colega que fazes aqui?
Eu: Olá! Estás bom? Ando à procura de uma tinta...
Ele: Queres ajuda?
Eu: Não, obrigada, sei o que quero.
Ele: Vês! Esse é o teu problema! É por isso que estás sózinha.
Eu: O quê? Estás doido?
Ele: Não percebes que ao teu lado qualquer homem se sente inútil?
Eu: Não te estou a perceber...inútil?!
Ele: Claro! Nunca precisas de nada nem de ninguém.
Eu: Estás a querer dizer-me duas coisas; 1º a maioria dos homens ainda vive na idade da pedra, 2º os homens adoram mulheres que se fazem de "coitadinhas", é isso?
Ele: Hein! Não exageres mas é mais ou menos isso.
Eu: Ok, ainda bem que me esclareces, fico a entender muita coisa. E muito mais descansada porque nenhum palerma se aproxima de mim (risos)
Ele: (risos) Não vais mudar, pois não?
Eu: O que é que achas? Xau. Beijos à família
Ele: Xau.
Um dos grandes erros do Ser Humano é acreditar que a sua felicidade depende de outro Ser Humano.

De braços abertos


Receber o dia de braços abertos, é dizer SIM, à Vida!
E aceitar todas as coisas boas que o novo dia nos reservou.

BOM DIA!!!!

segunda-feira, 4 de outubro de 2010

É nas pequenas conquistas que cada vez me sinto mais realizada.

domingo, 3 de outubro de 2010

Mafalda Veiga - Abraça-me bem



Levantas o teu corpo cansado do chão.
Afasta esse peso que te esmaga o coração.
Abres uma janela e pergunta-te quem és.
Respiras mais fundo e enfrentas o mundo de pé.

Eu venho de tão longe e procuro há mil anos por ti.
Estendo a minha mão até te sentir.
Não sabemos nada do que somos nós.
Mas sabemos tanto do que muda por não estarmos sós.

Abraça-me bem (4x).

Levantas os teus olhos para me olhar assim.
Procuras cá dentro onde me escondi.
E eu tenho medo, confesso, de dar.
O mundo onde guardo tudo o que mais quis salvar.

Tu dizes que não há outra forma de ficarmos perto.
Não há como saber se o caminho é o certo.
Só pode voar quem arriscar cair.
Só se pode dar quem arriscar sentir.

Faz Parte - Mafalda Veiga



Trazes a vida nos braços
Pousas o mundo no chão
Largue os medos na estrada
E desmontas cada peça
De que é feito o coração

Deixas lá fora o cansaço
Desarmas a solidão
Brindas sonhos ao relento
Como quem junta os pedaços
Entre a loucura e a razão

Faz parte ser um pouco perdido
Faz parte começar outra vez
Faz parte ir atrás dos sentidos
E voar a sentir o mundo na ponta dos pés

Guardas a vida nos braços
Pousas os dias no chão
Brinda sonhos ao relento
Como quem junta os pedaços
De quem é feito o coração

Trazes o tempo desfeito
No que procuras em ti
Se olhares no fundo do peito
Saberás quem és
Mesmo até ao fim

Faz parte ser um pouco perdido
Faz parte começar outra vez
Faz parte ir atrás dos sentidos
E voar a sentir o mundo na pont

Nunca voltes ao lugar onde já foste feliz

"Regressamos sempre aos velhos lugares aonde amámos a vida. E só então compreendemos que não voltarão jamais todas as coisas que nos foram queridas. O amor é simples, e o tempo devora as coisas simples."

José Eduardo Agualusa

Liceu Passos Manuel - Voltei à Escola




O dia foi difícil, o coração estava acelerado, as horas não passavam, o nervoso miudinho ia aumentando.


Felizmente pelo meio tomei um café com um amigo que também não via há muitos, muitos anos.


Cheguei ao Portão,( perdi a noção do tempo), recuei 20 anos e sorri...dei um passo, já estou cá dentro.


Um misto de emoções dominaram e controlaram o meu ser. Não sabia o que fazer...


Na entrada, estava um aluno sentado nos degraus laterais, olhei para ele e sorri (tantas vezes me tinha sentado ali).


Olhei para a inscrição, LICEU PASSOS MANUEL, subi os degraus, procurei em todas as direcções algo que reconhecesse, as diferenças não são muitas. Percorri o átrio principal e sou recebida por alguém muito simpático que penso, pertencer à Direcção da Escola.


Depois de uma troca de palavras deu-me as Boas Vindas "à minha casa" ! Talvez tenha sido um momento delicado, senti os olhos mergulhados num mar de lágrimas, enquanto me sorria e me aconselhava a visitar o novo Passos Manuel.


Percorri os corredores, sózinha, sem conseguir controlar as lágrimas que agora teimavam em percorrer o meu rosto.


Coloquei os óculos escuros e continuei.


O meu Liceu está agora de cara lavada.


Contorno o rés do chão e encontro-me novamente em frente à imponente escadaria onde minutos antes conversara com aquele simpático senhor.


Coloco a mão no corrimão, olhei para trás, precisava de alguém naquele momento, não vi ninguém e numa emoção inimaginável, começo lentamente a subir os degraus, tentando sentir a sua segurança,; cada degrau, uma recordação...


Aqui fui feliz...


Percorri todo o 1º andar, lembrando-me de pequenas histórias vividas com amigos e professores.


Chega! Está na hora de descer e procurar o local do jantar...


Mais surpresas, o antigo campo de futebol está transformado, recebeu as influências da arquitectura moderna, lindo!


Continuo a descer, já falta pouco, umas escadas em caracol transportam-me ao destino desta noite...


Lá em baixo, vejo alguém sorrir...


Um abraço forte e intenso é o que sinto neste momento. Finalmente estou calma. Era aquele abraço que precisava...




Depois foi aguardar a chegada de tantos e tantos amigos e colegas.


Que grande noite! Abraços e mais abraços, sorrisos, histórias recontadas, histórias de vida, palavras de carinho e mais sorrisos.

Estavam também alguns dos nossos professores que por incrível que pareça se recordavam de nós, é esta a magia que esta Grande Casa tem.


Somos guiados, agora, pelos Professores, a um passeio nocturno por este magnífico Liceu.

Mais histórias que se recordam, nas salas de aula, sentamo-nos novamente e recuamos no tempo.


Estávamos todos verdadeiramente felizes.

Uma noite que ficará para sempre na memória de quem ali esteve.


Obrigada a todos os que passaram pela minha vida nesta minha "segunda casa".

Até sempre.


Sobre o Jantar

Ao telefone

Ela: Olá! Que tal o famoso jantar?
Eu: Correu muito bem, foi Excelente!
Ela: E?
Eu: E o quê?Ah...e nada! Que coisa!
Ela: Não sejas assim, vá lá. Conta.
Eu: Já te disse, não há nada para contar. Foi apenas o reencontro de velhos amigos.
Ela: Pensei que tivesses novidades...acho estranho que ainda não tenhas escrito nada sobre o assunto.
Eu: Não consigo.
Ela: Porquê?
Eu: Porque começo a chorar, já comecei mas não consigo terminar.
Ela: Então sempre há por aí alguma coisa...
Eu: Não é nada disso. São muitas emoções ao mesmo tempo, estou confusa e cheia de saudades de tudo aquilo, só isso.
Ela: Não acredito.
Eu: Irra!!! Quando queres és mesmo chata! Talvez ainda acabe hoje, talvez, não sei.

sábado, 2 de outubro de 2010

sexta-feira, 17 de setembro de 2010

Laços de ternura

Não sei como exprimir o que me vai na alma.
Não consigo ficar indiferente à dor das pessoas que gosto, não consigo deixar de pensar, porquê? Então, porquê?
Vamos mesmo aproveitar a vida?
Vamos vivê-la como fazem as crianças?
Vamos amá-la e abraçá-la com um sorriso nos lábios todas as manhãs?
Vamos chorar com os amigos sempre que eles assim desejarem?
Vamos ser fortes e fracos sempre que for necessário?
Vamos ser Felizes?

SIM!!!!!

sábado, 11 de setembro de 2010

Desabafos

Há um provérbio português bem claro, o qual pode ser aplicado a muitos assuntos e temas que são abordados ultimamente em todos os canais de televisão: " Quem está no convento é que sabe o que lá vai dentro".
Passo a explicar, todos sabem, todos fingem, todos omitem, todos escondem, todos negam. Verdade ninguém sabe, nem interessa saber.
Mentiras muitas.
Poder muito, lutar contra ele, impossível! Justiça nenhuma, jogos de interesse, muitos.
Todos se alimentam, todos se acomodam.
E quando não se aceita?
Surgem os vampiros, alguém tem de cair, quem? Não sei...talvez quem se teme, porquê? É preciso "arrumar" alguém, antes que me arrumem a mim.
Triste vida a de quem não tem um ombro amigo, de pai, de irmão...

segunda-feira, 6 de setembro de 2010

Gosto das primeiras chuvas; refrescam, acalmam.
sente-se o cheiro da terra molhada e apetece receber o OUTONO.

quinta-feira, 2 de setembro de 2010

Quando se abre o coração para a vida, ela sorri-nos, estou enamorada por tudo o que me rodeia; as cores, as flores, os lugares, as paisagens, os filhos, a família, os amigos e sobretudo por MIM! Agora entendo como é bom estarmos de bem connosco mas para isso é necessário, por vezes, percorrer um longo caminho...

Mas compensa...
Vivam a VIDA, aproveitem-na, sejam felizes.

quarta-feira, 1 de setembro de 2010

ESTOU APAIXONADA...PELA VIDA.

domingo, 29 de agosto de 2010

d queen mama

Para alguém muito, muito especial...